O Centro

O Centro de Ciências Agrárias (CCA) da UFSCar, localizado em Araras/SP, possui suas raízes no contexto histórico do município. Em seus 230 hectares de extensão, inicialmente encontravam-se as plantações de café da Fazenda Santa Escolástica, que em 1953 foi comprada pelo presidente do Instituto de Açúcar e Álcool (IAA). Neste momento, a fazenda inicia suas atividades com a cana-de-açúcar por meio do Programa Nacional de Melhoramento Genético da Cana-de-Açúcar (Planalsucar).

Em 1990 houve a extinção do IAA, por meio da Lei 8029/90 e Decreto 9940/90, sendo que em 1991 a UFSCar incorporou as unidades paulistas do extinto Planalsucar, dando origem ao CCA. As atividades do centro iniciaram-se neste mesmo ano e em 1993 o curso de Engenharia Agronômica foi implantado. Já em 2006 implantou-se o curso de Bacharelado em Biotecnologia e o Mestrado em Agroecologia e Desenvolvimento Rural (PPGADR-Ar).

Com o Programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) surgiu nova oportunidade para o CCA, que em 2010 criou quarto cursos de graduação: Bacharelado em Agroecologia, e Licenciaturas em Física, Ciências Biológicas e Química, além de mais um programa de Pós-graduação, Mestrado em Agricultura e Ambiente (PPGAA-Ar).

Posteriormente foram criados dois novos cursos de Pós-graduação: Mestrado em Produção Vegetal e Bioprocessos Associados (PPGPVBA-Ar) e Mestrado em Educação em Ciências e Matemática (PPGEdCM-Ar).

Atualmente o CCA conta com seis cursos de graduação e quatro programas de Pós-graduação stricto sensu, além de especializações lato sensu. Além disso, é estruturado em cinco departamentos que concentram as principais linhas de pesquisas da unidade: Departamento de Biotecnologia e Produção Vegetal e Animal (DBPVA); Departamento de Recursos Naturais e Proteção Ambiental (DRNPA); Departamento de Tecnologia Agroindustrial e Sócio Economia Rural (DTAiSER); Departamento de Desenvolvimento Rural (DDR); e Departamento de Ciências da Natureza, Matemática e Educação (DCNME).